GOLFINHO EM ANGRA

Na praia da Costeirinha, em Angra dos Reis, um golfinho fez companhia para um grupo de banhistas.

Proximidade com os banhistas

Em Janeiro deste ano, um golfinho também se tornou atração na Baía de Sepetiba e muitas pessoas entraram em contato e tiraram  selfies com o animal. (veja no link do G1)

Especialistas alertaram que este contato pode ser perigoso para ele e para as pessoas.

O animal pode transmitir alguma doença para as pessoas ou as pessoas passarem para o animal. Ainda existe o risco de alguém se machucar nessa interação. Isso que a gente tenta evitar afirmam os biologos.

Ao observar um golfinho devemos tentar verificar se tem algum ferimento que possa indicar uma doença, mas sempre o certo é comunicar qualquer fato aos orgãos competentes pois lá existem os especialistas para qualquer necessidade de socorro.

Muitas pessoas não sabem, mas a leptospirose é uma das doenças que não afetam os golfinhos, mas que eles podem carregar e servir como transmissores para os seres humanos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s