DE VOLTA AO NINHO

Resgatado de um derramamento de óleo na década passada, um pelicano retorna à Ilha Queen Bess no Golfo para aninhar

Dez anos atrás, um pelicano-pardo foi resgatado do derramamento de óleo provocado pela explosão da plataforma Deepwater Horizon no Golfo do México, nos Estados Unidos. Esse “desastre/crime” ambiental ocorreu no dia 20 de abril de 2010, uma terça-feira.

Esse sobrevivente foi finalmente devolvido às águas do Golfo, mas antes de ser libertado saudável, foi identificado com uma faixa na perna com seu novo nome – A04.

Agora, o A04 se tornou parte de uma história de sucesso ainda maior. O pelicano está aninhando no Refúgio Queen Bess. Ele é um dos milhares de pares de aninhamentos que estão fazendo da primeira temporada de aninhamento pós-restauração na Queen Bess um enorme sucesso.

O projeto para restaurar o habitat das aves na Ilha Queen Bess, começou em novembro de 2019 e foi concluído em uma janela de cinco meses quando os pássaros não estavam nidificando na ilha.

A ilha restaurada agora inclui 30 acres de habitat de pelicano-pardo e sete acres de habitat de andorinha-do-mar e skimmer. Os biólogos observaram 18 espécies nidificando nesta temporada, incluindo garças tricolores, garças avermelhadas, colhereiros róseos, apanhadores de ostras americanos, garças-reais e garças-brancas.

Pelican on Queen Bess Island Foto: Estado da Louisiana

O A04 é o primeiro pelicano confirmado na Ilha Queen Bess que sofreu o derramamento de óleo Deepwater Horizon.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s