“AR… CADÊ O AR?”

… meu Deus me ajudem preciso respirar…

… estou sufocando… quem quer me matar?… socorro.. não quero morrer…

Ar… ar… cadê meu ar?” ….

… ainda sinto ao redor almas enfileiradas pedindo por algo tão simples, ar, ar, ar …

Todos mortos…. todos já desencarnados… porêm implorando por algo que fez seus corpos sucumbirem e libertarem suas almas, o ar essencial á vida.

Eu lá estive esta noite…fui espectador e ator incorporada dessa tragédia humana.

Dormindo em carne, minha alma lateralizou-se para abrir espaço para que um sofrido desencarnado se manifestasse. No meu corpo, suas lágrimas corriam e suas dores se manifestaram em mim.

Ainda agora, já cinco horas acordado, sinto pelo corpo as dores e angústia por aquele homem sentidas durante a luta para não morrer…

E eram milhões de almas na mesma situação!

Senhor meu Pai! Tende piedade de nós e nos acuda!

Vascão do pastel

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s