REDEMOINHO DE POEIRA EM MARTE

FLAGRANTE CAPTADO PELA SONDA PERSEVERANCE

Completando um mês em Marte, a sonda Perseverance capturou a primeira movimentação significativa no planeta. Uma câmera a bordo registrou a aparição de um redemoinho de poeira enquanto o rover cruzava a cratera Jezero.

A imagem do dust devil, como o fenômeno é chamado, foi divulgada pela NASA através do perfil oficial da missão no Twitter nesta terça-feira (16). Entretanto, a agência espacial não revelou estimativas do tamanho ou velocidade do redemoinho.

Os dust devils são colunas de ar giratórias que se tornam visíveis a partir da sujeira do terreno. Comum na Terra, esse fenômeno ocorre quando o solo recebe muito calor do Sol. Então, o ar aquecido próximo à superfície começa a girar enquanto sobe através de pequenos segmentos de ar mais frio que estão acima.

Curiosamente, Marte está se aproximando do afélio – o ponto da órbita em que um planeta está mais distante do Sol. Contudo, está claro que a energia solar ainda é forte o suficiente para criar redemoinhos no solo marciano.

Apesar de ser um fenômeno passageiro, cientistas detectaram dust devils durante o afélio de 2012. Na ocasião, a sonda Mars Reconnaissance avistou um colossal redemoinho de areia com 800 metros de altura e 30 metros de diâmetro.

Uma missão supertranquila

Segundo os cientistas da NASA, o primeiro mês da Perseverance em Marte está sendo bem tranquilo. O objetivo da missão é procurar evidências de vida microbiana no planeta e coletar amostras para um futuro retorno à Terra em 2031.

“Até agora, tudo está indo muito bem. Não tivemos grandes problemas técnicos”, disse o cientista Ken Farley durante a apresentação na 52ª Conferência de Ciência Lunar e Planetária.

Em breve, a Perseverance colocará no ar o pequeno helicóptero Ingenuity. Com cerca de 2 kg, o modelo será capaz de registrar novas imagens e vídeos de Marte. Bem como, auxiliar a sonda na coleta de materiais.

Em seguida, a sonda se aprofundará na pesquisa científica do solo da cratera Jezero e de regiões ao redor. Bilhões de anos atrás, o local abrigou um grande lago e um delta de rio. Assim, a expectativa é obter novas amostras de terra e rocha de Marte.

VEJA A NOTICIA NO SITE TECMUNDO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s