QUANDO O INTERESSE ECONÔMICO MANDA MAIS QUE A SAÚDE

ESCOLAS “PARTICULARES” PODEM MAS AS “PUBLICAS” NÃO

Vascão do pastel > colunista

Fico em dúvida sobre a influências de grupos empresariais e setoriais em decisões governamentais que colocam em risco a saúde e interesse da população.

Quando a saúde de professores e alunos, além de todos que os rodeiam, é colocada ou não em risco com a volta das aulas presenciais, qual a diferença entre escolas públicas e particulares?

É esta pergunta que os autores e apoiadores do decreto devem responder.

“Por que escolas particulares podem voltar às aulas presenciais “híbridas”, enquanto as públicas permanecem fechadas com aulas remotas? “

Lançam sobre a escolas particulares a responsabilidade de novos contaminados e consequentes óbitos e se isentam como gestores de fatos trágicos nas escolas públicas?

No mínimo, sinto a manipulação das decisões dos governos por grupos econômicos interessados mais na saúde do bolso que de seus clientes e colaboradores.

ISTO É CRIMINOSO E IMORAL!

VEJA A NOTICIA NO SITE DA PREFEITURA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s