POLÍTICA

ELEIÇÕES 2022

Pesquisa mostra que BOLSONARO é o favorito nas eleições presidenciais de 2022. Ele  ganha de Lula, Haddad, Moro e Doria em 2º turno

Foto: Marcos Corrêa – 24.jun.2020/ PR

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) lidera todos os cenários da disputa presidencial de 2022, tanto em primeiro quanto em segundo turno, de acordo com uma pesquisa do instituto Paraná Pesquisas divulgada nesta sexta-feira (24) pela revista Veja.

O levantamento foi realizado entre os dias 18 e 21 de julho e ouviu 2.030 pessoas em 188 municípios dos 26 estados e do Distrito Federal. A margem de erro é de 2 pontos porcentuais para mais ou para menos.

Em três cenários de primeiro turno apontados pela pesquisa – com Sergio Moro (sem partido) como principal adversário, com Lula (PT) como oponente e, por fim, como Fernando Haddad (PT) como concorrente – o presidente teria porcentuais que variam entre 27,5% e 30,7%.

Ele também derrotaria três em eventuais segundos turnos: contra Moro, teria 44,7% dos votos ante 35% do ex-ministro; ao enfrentar Lula, receberia 45,6% contra 36,4% do ex-presidente; e na disputa com Haddad venceria com a maior folga: 46,6% contra 32%.

Bolsonaro também ganharia de outros três potenciais adversários: Ciro Gomes (PDT), por 48,1% contra 31,1% do pedetista; João Doria (PSDB), por 51,7% ante 23% do governador de SP; e Luciano Huck (sem partido), cenário em que o atual presidente arrebataria 50,8% dos eleitores, e o apresentador de TV 27,6%.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) lidera a corrida eleitoral para a Presidência em 2022 em três cenários com cerca de 30% da preferência do eleitorado, segundo pesquisa de opinião feita pelo Instituto Paraná Pesquisas. A pesquisa é estimulada, ou seja, os nomes dos candidatos são apresentados ao eleitor e ele escolhe um ou nenhum deles.

Cenário 1 com Moro

De acordo com o levantamento, Bolsonaro tem 29% da preferência do eleitor no cenário da disputa com o ex-juiz e ex-ministro da Justiça Sergio Moro, que tem 17,1%. Nesse cenário, o petista Fernando Haddad vem em terceiro, com 13,4%. Ciro Gomes (PDT) tem 9,9%. O apresentador Luciano Huck tem 6,5%, o governador de São Paulo João Doria (PSDB) tem 4%. João Amoêdo (Novo) tem 3,4%. Guilherme Boulos (Psol) tem 1% e o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC) tem 0,7% das intenções de voto. 10% dos entrevistados não escolheram nenhum candidato e 4,9% não sabem ou não responderam. 

Quando a pesquisa é feita com o nome do ex-presidente Lula (PT) no lugar de Fernando Haddad, o presidente Jair Bolsonaro cai um pouco para 27,5% da preferência, contra 21,9% de Lula. Moro vem em terceiro com 16,8%, Ciro Gomes tem 8,3%, João Doria 3,8%, Amoêdo 3,4%. Marina Silva (Rede), que não estava no primeiro cenário, aparece com 2,5%, Witzel tem 0,9% e Boulos 0,7%. 9,5% não escolheram nenhum candidato e 4,6% não sabem ou não responderam.

Cenário 2 com Lula

Já no terceiro cenário, sem Moro em com Haddad no lugar de Lula, o presidente Bolsonaro tem a melhor performance, com 30,7% das intenções de votos. Haddad tem 14,5% e Ciro Gomes vem em terceiro, com 10,7% da preferência. Luciano Huck tem 8,3%, o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta entra no cenário com 5,7% das intenções. O governador João Doria tem 4,6%, Amoêdo tem 4%. O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB) aparece com 1,6% das intenções e Witzel tem 0,9%. Para esse cenário, 12,8% não votariam em nenhum dos candidatos e 6,1% não sabem ou não responderam. 

Nas simulações de segundo turno, Bolsonaro também ganha em todos os conflitos simulados. Entre Bolsonaro e Haddad, Bolsonaro seria eleito com 46,6% dos votos contra 32% para Haddad. No confronto com Lula, Bolsonaro teria 45,6% contra 36,4% do ex-presidente. Entre Bolsonaro e Sergio Moro, Bolsonaro venceria com 44,7% e Moro teria 35%. 

Cenário 3

Já entre Bolsonaro e Ciro Gomes, Bolsonaro venceria com 48,1% dos votos contra 31,1% do Ciro. Entre Bolsonaro e Doria, seriam 51,7% dos votos para Bolsonaro e 23% para Doria. Já entra Jair Bolsonaro e Luciano Huck, o apresentador perderia com 27,6% das intenções de voto e Bolsonaro seria o vencendor com 50,8% das intenções de voto. 

O Instituto Paraná Pesquisas ouviu 2.030 eleitores em 188 municípios das 27 unidades da federação entre os dias 18 e 21 de julho. O grau de confiança da pesquisa é de 95% para uma margem de erro de dois pontos percentuais para os resultados gerais.

Veja abaixo as simulações do segundo turno:

Nas simulações do segundo turno, Bolsonaro vence em todas as simulações

VEJA A NOTICIA NO SITE R7

Não tem pra ninguém: seis candidatos seriam derrotados por Bolsonaro, se eleição fosse hoje (Imagem: Reuters/Adriano Machado)
17/07/2013

 

 

Veja a noticia no site > O Tempo

 

 

Veja a noticia no site > O Tempo

 



14/07/2013

 

 

Veja a noticia no site > O tempo



22/03/2012

 

Veja no site > O Tempo


21/03/2012

 

 

 

Veja no site > JusBrasil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s